terça-feira, 3 de abril de 2018

Fechamento do mês Março/2018 +0,12% [Férias]

Pois é, em um mês que o IBOV registrou alta de apenas 0,03% minha carteira de ações,  ficou o mês com -0,95%. Grande parte por causa de CIEL3 que continua em queda livre, tal como o gráfico mostra:

Pelos meus estudos a empresa é boa, assim essa é a hora de ter sangue frio e não vender (seria pra comprar?) E assim farei, nada no balanço dela diz que não é boa. Deixo então ela sob-judice.

Na renda fixa, repito que ainda não sei até onde é válido acompanhar "crescimento" patrimonial quando se tem muita alocação em Tesouro Direto e se vai carregar até o fim, você tem umas flutuações malucas que simplesmente não querem dizer NADA. Ainda, já que a dois meses venho perdendo do IBOV, decidi unir-me a ele, aproveitei uma laminha que tinha de uma LCA que venceu e apliquei tcharam... num fundo de ETF! (muitos consideram ETF em um lixo, um fundo de ETF então...) Bem, foi só pra acompanhar e pelo menos assim, IBOV me vencendo, eu ganho também com isso. Diversificação!

Fiz a compra do CPTS11B e esse mês de abril já vou receber os aluguéis dele. Minha renda passiva mensal com FIIs esta em uns 45 reais (quase nada), minha ideia é inicialmente montar uma carteira de FII que me pague exatamente o valor do meu condomínio (já que não pago aluguel) que aí vou poder dizer pra Jane Baker (a gente mora no custo zero kkk), a meta desse ano é chegar na metade do condomínio sendo paga com FIIs. A carteira de FII rendeu 0,89% nesse mês ahhh se tivesse mais... :)

O fundo de investimento multimercado que o Bastter muitos xingam rendeu em março 0,71% também nada mal para um produto considerado lixo. Mas nessa carteira coloquei pouquinho, mas pelo menos deu uma ajudada a fechar no azul.

Estava de férias e aproveitei para fazer o imposto de renda... Putz, primeiro IR em que coloquei Ações... Foi tão trabalhoso, em especial por ter mais de um papel na mesma nota de corretagem em diversos meses que fiquei com a sensação que vou cair em malha (a ver)... vai que fiz algo errado.
O melhor site sobre preenchimento do IR que achei foi este.

* * *
Nas férias deu para descansar, organizar minha viagem das (próximas) férias,  mas ainda não acabei nem o planejamento do mochilão e nem o livro do Martin Gilbert da WWII. Mas cheguei em 80% dele.
Comecei a ler o livro "Na Minha Pele"  do Lázaro Ramos, está bem interessante, é fininho mas não gosto de ficar com várias threads de livros então vou congelar o Lázaro e acabar logo o livro do Martin Gilbert, que... tem tudo a ver com o Netflix e esta série que sugiro: https://www.netflix.com/br/title/70254851, não sei por que raios está com o nome em espanhol (La Guerra Mundial a Todo Color), mas o fato é que mostra a segunda guerra nos seus mínimos detalhes (tal como o livro que estou lendo) e é toda composta de filmagens da própria guerra que foram colorizadas, Muito Legal! Ela é excelente, no primeiro capítulo mesmo, mostra como o pequeno partido Nazi (Nationalsozialismus) mostra como fascistas podem assumir o poder, até mesmo pela via democrática, quando a população está desacreditada da classe política(Cuidado Brasil!), vale assistir cada episódio.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Mochilão/ Viagem Internacional Econômica - Como Programar? [Parte 2]

Estou de férias então vou adiantar esse post. Nada de finansfera, já me estressei demais fazendo o IR incluindo ações pela primeira vez.
Bom, este é o segundo post sobre dicas de como organizar uma viagem internacional econômica. O primeiro você encontra aqui. Se no primeiro post tratamos  de aspectos macro, como onde comprar as coisas, neste post sera de aspectos micro de uma viagem.
Os pressupostos são que a pessoa quer economizar, quer viajar leve (para não gastar com taxas de bagagem) e a pessoa não tem frescura.
Primeiro vou listar as coisas que NÃO serão levadas numa viagem por serem verdadeiros TRAMBOLHOS:

  • Secador de cabelos/ Chapinha (foi mal princesas);
  • Pau de Selfie (já deu né pessoal, é muito paia)
  • Câmera fotográfica Gigamega grande de 1 milhão de pixels (ok, se o seu hobby for fotografia eu entendo, mas caso contrário, é só mais um bagulho pesado pra carregar, pra se esquecer no restaurante, para roubarem...);
  • Mais de 1 sapato (foi mal princesas x 2), dica, mulheres, em aeroportos fora dos USA se você estiver de botas irão mandar vocês tirarem pois tem gente que leva drogas dentro dos saltos. Se for no USA mandam todo mundo tirar o sapato anyway...
  • Notebook (se a viagem não é a trabalho, por favor deixa isso em casa, use o celular);
  • E-Reader (use o celular, ninguém morre se ficar 10 dias das férias lendo o livro no kindle do celular);
  • Protetor de passaporte (aquelas capas de plástico, esqueça! Em diversos locais as fronteiras irão escanear seu passaporte e essas camisinhas de passaporte atrapalham este processo, só vai atrasar e receber resmungos do oficial de imigração);

Coisas (Gadgets) para levar:

1) Adaptador Universal

Isso aqui é muito importante, em especial depois que o Brasil inventou o padrão jabuticaba para tomadas, pode ser que carregador de celular, de camera ou outra coisa não funcione no seu destino, em especial se for na Inglaterra que tem um padrão bem doido. Enfim, arranja um, esse da imagem é todo robocop, mas um basicão não custa mais que 10 reais e salva no perrengue.

2) Bateria Portátil
Óbvio que ela tem que estar sempre carregada, para o seu celular, que são os seus olhos, não se apagarem. E esse cabinho aí ainda pode te ajudar, caso você não tenha o item 1) para carregar o seu celular, tenta carregar na saída USB da TV do quarto (se for Hostel apela para a solidariedade).

3) Money Belt (doleira)
O seu passaporte é o seu documento fora do país, deixe ele SEMPRE com você. Nada de colocar no bolso da frente da camisa ou pior, no bolso de trás da calça. Deixe ele sempre no seu money belt. Meninas, nada de colocar o passaporte na bolsa, ela pode ser esquecida ou roubada, deixe ele SEMPRE com você. O money belt serve obviamente para você colocar o dinheiro maior que geralmente estará SEMPRE com você. Eu desconfio dos cofres de hotel e bem, se você estiver em um local melhor diferente do Brasil, a chance de alguém te assaltar armado já é baixa. E se assaltar a chance e ir até aí é menor ainda. Dinheiro maior aqui, o picadinho na carteira.

4) Capa de chuva descartável
Isso é um trunfo caso caia uma chuva, elas são pequenas do tamanho de uma carteira, sendo bem mais prático que carregar um guarda chuva. É bom estar à mão pois numa emergencia salva a pele.

Dicas mais para Mochileiros que ficam em Hostel

5) Toalha superabsorvente de microfibra
Caso você não saiba, a muitos dos Hostels cobram para te dar uma toalha para o banho. Esse preço pode variar bastante, como também se você for ficar mais de um dia acaba com uma toalha molhada na mão ou na beliche onde está. Essas toalhas vendem em lojas de esportes e são ótimas para mochileiros, elas enrroladas ficam do tamanho de um pão francês. Você não precisa secá-la, basta torcer e por na mochila. Nem pensa em levar uma toalha normal do Brasil, esse é o maior mico que se pode pagar, ocupa muito espaço e molhada você não vai saber o que fazer para seca-la, ainda mais se no local fizer frio.

6) Forro de privada
Pode rir do que for, mas dividir banheiro com outras pessoas, que muitas vezes chegam bebadas, comem comida que não estão acostumadas, ou simplesmente não seguem a única regra para banheiros: DEIXE DO JEITO QUE ENCONTROU, pode ser complicado. Recomendo comprar uns dois ou três deste e deixar nas suas coisas, vai por mim você nunca sabe o que vai encontrar pela frente... e vai me agradecer por esta lembrança.

7) Cadeado
Esse cadeado não é para trancar a sua mala (se você foi de mala já começou errado), ele é pra trancar o armário onde as suas coisas vão ficar enquanto você passar o dia fora. Entenda que você pode ficar em um quarto com 4, 6 ou até 8 desconhecidos, então esse item é essencial.

8) Pasta

Essa pasta de plástico, é só para não colocar as folhas dobradas em qualquer lugar e para protege-las caso sua mochila molhe. Basta uma. Que folhas? Você vai imprimir em papel todas as reservas, seguro saúde, etc e colocá-los em ordem cronológica da viagem para caso seja parado na imigração e começarem as perguntas você já tem tudo na mão (ah... as vou por no celular), tenha lá também mas tenha-as em papel, facilita e demonstra organização. O bom é que nas reservas tem o nome do local onde você vai ficar e isso facilita a você mostrar para pessoas se estiver perdido.

9) Caneta

Você está no avião e recebe um papel para ser preenchido e entregue na imigração. Mas preencher como sem caneta? Aí vai ter que incomodar os passageiros pedindo emprestada a caneta. Ou, você está perdido, alguém sabe te orientar. Não perde tempo anotando no celular, anota num papel, ou mesmo na mão. Uma caneta, item tão besta mas faz falta, tenha uma com você na sua viagem.

sábado, 10 de março de 2018

Balanço do mês Fev/2018: 0,29% [filmes]

Esse mês que passou foi ruim, em especial por causa da bolsa. O IBOV fechou em 0,52%, e posso dizer que o meu resultado em ações foi bem pior que isso (negativo).
Como o que tenho em RF pouco rendeu graças a essa SELIC neste patamar mentiroso, essa conjunção de fatores levou os rendimentos para baixo (pior que a RF), mas pelo menos no positivo. O que ajudou a ser menos pior foi que tinha uma sobrinha e resolvi colocar em um fundo de investimento. (Não vou falar o nome para não indicar como investimento), mas o início até que foi bem. Em 3 dias, mais de 2% de valorização, claro esse fundo por ser de perfil agressivo deve oscilar muito, e como sei que performance passada não significa performance futura não vou me animar com isso, até por que houve meses negativos nesse fundo no passado, (que foram compensados com vários meses positivos).
Os preços continuam caros, mas baratos se comparados com os preços lá de fora. Lulinha parece que vai ser preso, aí talvez o dólar caia mais um pouco, apesar de ontem ja ter fechado a 3,22. Isso vai ajudar numa viagem que farei e que preciso comprar moeda estrangeira (um pouco mas não muito). Não vou comprar muito em especie, pois pretendo usar cartão adoidado, facilita e não temos que carregar um bolão de dinheiro.
FII comprei mais um pouquinho (BBPO11) e também deu alegrias, esse mês recebo os primeiros aluguéis, tô de novo de olho no CPTS11B, mesmo após o escândalo do BNY Mellon, se comprar vai para a carteira de mais risco.
Ainda to pensando em entrar em LREN3, o preço deu uma quedinha, empresa saudável com bons indicadores, e na minha carteira não tenho nada da área dela, seria bom para diversificar.

                                                                      * * *
Minha leitura do livro do Martin Gilbert deu uma parada, to em 63%... Suando para acabar, e como dia 19 vou tirar 10 dias de férias impreteríveis, tenho fé de acabá-lo até lá.
Dois filmes legais que assisti (fora Black Mirror) são:
- Good Time
Esse poderia chamar de pequeno grande filme, com o Robert Pattinson que está já a algum tempo tentando se desvincular da "saga" molusco e fazendo bons filmes. Não quero dar spoiler, mas imagina quando uma pessoa parece que faz todas as escolhas erradas na vida. Se passa praticamente em uma noite em NY, onde um cara precisa arranjar dinheiro para tirar da prisão o seu irmão que tem algum espectro de autismo e está preso por sua causa. Destaco a trilha sonora, finalmente valeu o custo do Home Theater, deu uma boa imersão.

- Salyut-7
Lembra do filme Gravidade? Pena que aquela historia foi inventada, mas se fosse verdadeira, a coisa mais próxima seria a história da estação espacial soviética Salyut-7, que por causa de uma colisão de meteoro quase deu PT no espaço, aí enviam cosmonautas (não são astronautas, são cosmonautas!) para tentar conserta-la, e nesse plano de resgate os caras quase se lascam bonitinho.

To preparando um post acerca do Kefir, que arranjei e que está valendo muito em comparação com iogurte. E um segundo post sobre organização de viagem. Vamos que vamosss


domingo, 18 de fevereiro de 2018

Mochilão/ Viagem Internacional Econômica - Como Programar?

Estou esquematizando uma viagem para este ano, e claro tentarei ser o máximo low-cost que der (como sempre), essa é a origem deste post, minhas dicas de como elaborar uma viagem o mais low-cost que existe.

1) Sozinho ou acompanhado?
Saiba com quem você está viajando, não adianta entrar em conflito com seu colega de viagem (sejam eles amigos, cônjuge, parentes, crianças, idosos). Gostos muito diferentes podem gerar stresses desnecessários se tudo não for bem amarrado e aumentar os custos, uma vez que dividindo tudo a tendência é economizar.

  • Para que viajar junto se você gosta de museus e seus parentes querem passar o dia em Outlet comprando o esgoto da "moda";
  • Para que investigar como ir do aeroporto para o hotel de ônibus por 16 euros os dois se quando você sugerir essa ideia para a sua esposa ela dizer: "Nem fudendo, vamos pegar um táxi", mesmo custando 50 euros;
  • De que adianta traçar a rota toda dos pontos a visitar a pé se está com a sua sogra de 77 anos, ou com uma criança de 5 anos... Pô, eles não vão aguentar isso.
Resumindo: Conheça seus acompanhantes.

2) Na Europa/USA evoluídos é muito melhor trem, e ainda tem as companhias aéreas low-cost.
Negativo, a depender do trecho o trem pode ser MUITO mais caro que o avião, e às vezes mesmo a aérea low cost pode ser ainda cara comparada com ÔNIBUS. Bom não vou nem colocar os sites de trem pois cada país tem o seu. Nos USA, trem é basicamente com a  Amtrak, e não, lá não tem trem rápido tem a amtrak mesmo.(https://www.amtrak.com/home).
Mas... Já pensou em ir de ônibus?
Imagina os trechos: Los Angeles -> Las Vegas, ou Washington -> New York, ou Roma -> Florença
Distâncias curtas/ médias o ônibus pode ser uma boa opção, claro, não estou sugerindo você ir de Lisboa a Moscou de busão, ou New York para Los Angeles.
Analisa: Se você for de avião tem o deslocamento para o aeroporto (que as vezes é longe), chegar 1hr antes, fazer todos os procedimentos de segurança, etc... E depois que chegar no destino tem o transfer para a "cidade". Ou seja, 1hr até o aeroporto origem + 1hr de voo + 1hr do aeroporto destino (coloquei 1hr, mas dificilmente é só isso, geralmente chega-se antes no aeroporto). Enfim, 3hrs. E vai que você pegou uma SUUUPER PROMOÇÂO por 50 euros. 
Vamos simular... Roma -> Florença.
De ônibus, pela Flixbus (https://www.flixbus.com/), você sairia da estação central (Termini) e  chega na estação de trem de Florença por 13,90 euros, e o tempo disso: 3 horas. Olha os prints para 14 de junho abaixo, e a cotação do skyscanner.
Avião (skyscanner)
Ônibus (Flixbus)
São 14 euros x 50 euros (imagina se forem duas pessoas), fica 28 euros, contra 108 euros, com a cotação do euro a 4,03 dá uma diferença de R$120,40 contra 435,24. 
Vantagens do ônibus além de ser mais barato:
  • Tempo gasto é praticamente o mesmo;
  • Tem menos frescura com mala (e se você viaja com mulher, a maioria faz QUESTÃO de pelo menos uma mala);
  • Você vê a paisagem;
  • É mais direto (geralmente vai do centro ao centro).
3) Saiba para onde você está indo e tire vantagens disto
Se você gosta de museus, fique atento para duas coisas:
  • Saiba os dias em que aquele local não abre, alguns os museus tem um dia de "descanso", então SEMPRE visite a página do museu ANTES DE IR, para não quebrar a cara na porta.
  • Há dias/horários gratuitos em muitos museus. Por exemplo, o museu do Prado em Madrid é gratuito de segunda a sábado das 18:00 as 20:00 e domingos das 17:00 as 19:00. Fora desse horário, são 15 euros.
Ou seja, organizando um pouco a viagem, dá pra economizar uns bons trocados só programando tudo com antecedência.

4) Beba água de torneira
A gente aqui no Brasil parece que enraizou isso da água mineral, seja pelo nosso saneamento precário, seja pelo marketing. Mas em outros países isso é outra coisa. Não é estranho você estar num banheiro público e ver as pessoas enchendo uma garrafa para beber. Ou mesmo você ver os moradores locais bebendo água de fontes públicas. Assim, faça como eles. BEBA ÁGUA DA TORNEIRA. Só pode ser loucura você gastar 2 euros (8 reais), ou 2 dólares pra comprar uma garrafa dágua que você pode ter de graça no banheiro do seu hotel. Na dúvida, no balcão pergunte: "Is it ok to drink tap water?". Achei essa fonte (de 2014) que diz em quais países se pode beber água da torneira de forma confiável.

5) Café como rei, almoço como príncipe e jantar como plebeu
Tem gente que fala: Ah a gente passou a viagem toda comendo fast-food, pois a comida era um absurdo de cara. Bom, se você estiver em um hotel com café da manhã, capricha na alimentação mesmo que você seja destes que não come muito de manhã, afinal isto já está pago. Aí você vai vai almoçar um pouco mais tarde, lá para a 13:00, 13:30, não precisa ser um Big Mac, mas também não vá no restaurante com estrela Michelin, o ideal, mais uma vez, se puder, é conhecer antes os restaurantes do local. Nisso o Google Maps e o Trip Advisor (e o Yelp nos USA) são ótimos, pois as pessoas avaliam a qualidade e dá pra ter uma noção de custo. Por fim que tal simplificar o jantar? Vá a um supermercado, compre um vinho bom, compra pão, um queijo bom, um presunto bom (essas coisas que são importadas aqui e mais baratas lá fora) e leve isso pro seu quarto, nada melhor depois de um dia andando direto.

6) Use transporte público (quando possível) e se SITUE
Óbvio que se você vai a uma cidade grande, o trânsito acaba sendo caótico, assim, será que o transporte individual é sempre a melhor forma de se locomover? Nem sempre, se a cidade é grande e o país é desenvolvido, grande chance do transporte público ser bom, então VAMOS USA-LO. Estude como chegar nos locais de transporte público (outra coisa que o google maps faz bem).
Tem vezes que o transporte público pode ser até melhor que esses ônibus "Hop-on/Hop-Off", como em Praga (https://www.youtube.com/watch?v=_TV0CPtga2c)
Faça as contas e decida qual a melhor/mais barata forma de chegar aos locais.
Para se situar em um local eu utilizo sempre dois apps, o Google Maps e o Here. O Google por que é o Google, eficiente, cheio de detalhes... MAS ele não é muito bom se for offline (tem até um modo offline dele mas é uma titica). Para ter um localizador offline sugiro instalar o Here no celular, ele também é preciso, e também tem boas pesquisas, tipo, você quer um restaurante perto de onde está (se tiver WIFI ele vai dar uns locais, mas sempre menos que o Google Maps). Mas, como levar as marcações do Maps para o Here, se o Here não permite importar seus mapas?
A dica que eu dou para ter os mesmos mapas replicados é a seguinte: Quando você estiver construindo seu mapa no google e marcar um local, veja que lá embaixo são exibidos dois números. Estes são justamente a latitude e longitude, copie então este número.
Depois vá no Here.com e cole no campo de pequisa estes dois números.
Vai sair exatamente no mesmo ponto do Google Maps. Salve então o mesmo lugar no Here e você terá os mapas duplicados.

Rapidinhas (óbvias)

  • Evite táxi (exceto se combinar a tarifa antes), em muitas cidades são uns verdadeiros mafiosos parasitas de turistas, prefira Uber ou transporte público;
  • Evite comer em aeroporto, TUDO lá é sempre mais caro, um mundo paralelo;
  • Se for sair muito cedo, tipo 6:00, 5:00 a.m antes do café da manhã, não custa perguntar se o hotel pode preparar um lanchinho, muitos hotéis fazem isso de boa. Depois, claro saia elogiando o hotel no Booking e TripAdvisor;
  • Viaje leve, já pensou em lavar roupa durante a viagem? Não estou falando da lavanderia do hotel, que tem preços de mundo paralelo tipo aeroporto, estou falando em coin landry, as laundromats. Você mesmo põe sua roupa e lava por lá. Ah, mas isso custo dinheiro! Já calculou o custo de ficar carregando 15 dias uma mala cheia de roupa suja?

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

O maior erro de Hitler, +3,27% ao mês!!!

Meu livro do Martin Gilbert já está em 1942, e o Japão imperial quer espalhar seus tentáculos por todo o oriente e se der, quer dominar até a Austrália. Em dezembro de 1941 os japoneses atacaram sem piedade a base de Perl Harbour no então território americano do Havaí, acreditavam que aquilo fazia parte de SEU quintal, e não dos U.SA. Os Japs pegaram os americanos com as calças na mão, botando quente geral no tio Sam. Mas mais pra frente ele vai levar o troco e será bem pesado...

Na Europa a máquina de guerra de Hitler se voltou para a União Soviética, rasgando seu pacto de não-agressão com Stalin ele acreditava que sua Blitzkrieg funcionaria mais uma vez e que até antes do inverno resolveria essa questão. Mas as coisas estão dando errado e os soldados soviéticos são extremamente tenazes arrancando até reconhecimento dos mais altos membros da SS.

Em outubro de 1941 já nevava em Moscou e os alemães estavam com dificuldades em São Petersburgo e na Criméia. Com o ataque japonês de dezembro a Perl Harbour, nada mais apropriado que uma aliança Alemã com o império japonês para ferrar os soviéticos pelos dois lados. Os alemães iriam pelo oeste e os japoneses pelo leste. Assim, em dezembro de 1941 Hitler cometeu seu maior erro: declarou guerra aos Estados Unidos. Neste momento ele transformou uma guerra que ele mais ou menos controlava em uma guerra total contra uma nação que ajudava seus inimigos mas que sempre declarou-se contra entrar nesta guerra (apesar de tudo). E o pior, o Japão já tinha saído de uma guerra contra a URSS e tinha perdido, logo para já não tinha intenção em recomeçar uma guerra com a união soviética. Foi neste momento que Hitler decidiu perder a guerra.

Mais pra frente vou contando mais da guerra no pacífico, por já ter ido ao Havaí, tenho umas fotos curiosas como a que está abaixo, um submarino suicida japonês chamado Kaiten.
Isso de ler da Segunda Guerra está me dando vontade de viajar para ver mais alguns sites de guerra, mas as passagens estão tão caras :(
Vou tentar ver se a Jane Baker toparia viajar low cost em Hostels, se ela encarar já me animo mais!!!
***
Agora a parte de finanças, hehehe 
Bom esse mês foi um verdadeiro espetáculo, como diria quem ajudou a alcançá-lo: Nunca antes na história deste país a bolsa deu uma pipocada pra cima dessa forma!
Janeiro/2018 rendeu 3,27% AO MÊS :) Bem, se o Lula for preso, talvez dê mais uma subidinhas, não? A ver...

Agora, tudo caro, para onde vou em Fevereiro?
Tem uns CDBs pré-fixados do banco Máxima que estão tentadores, agora quando você pára pra ver o estado financeiro deste banco, é de se ficar com o pé atrás... Sei que tem FGC, mas sei lá, parece tipo decidir ter relações sexuais com uma pessoa, você sabendo que ela tem AIDS, logo, vamos usar camisinha né? (kkk que comparação!)
Também penso em FII, agora, de uns tempos pra cá, tudo caro também. Estava olhando o CPTS11B, e ele tem tipo resultados consistentes e boa remuneração, mas é aquele esquema de investidores qualificados, ele não dá relatórios muito detalhados, o preço dele oscila, mas não muito, vou tentar analisar os CRI da carteira dele e ver se tem lixo ou algo que preste, mas por hora me parece a melhor opção, claro vou por pouquinho pra sentir como a banda toca.
TD tá um lixo (a menos se você já tivesse estocado uns da época das taxas altas não me parece um negócio que valha agora...)
====Atualização===
Não cheguei a comprar o CPTS11B, ontem foi divulgado que o banco BMG Mellon (que administra o fundo) esta envolvido num escandalo de venda de títulos podres para o fundo Postalis dos trabalhadores dos correios (https://www.google.com.br/amp/s/g1.globo.com/google/amp/https://g1.globo.com/politica/noticia/justica-decreta-prisao-preventiva-de-ex-presidente-do-bny-mellon.ghtml).
Bem, hoje 02/02 o FII caiu 0,25%, pra mim não houve contabilização desse escandalo por parte do mercado, mas por hora vou so observar este papel.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Seguro de Carro. Será que vale?

Antes de sair de férias passei um perrengue com o Seguro do Carro.
Meu seguro vence dia 23 de dezembro, e espertamente meu corretor me liga sempre dia 22 de dezembro todos os anos para "analisarmos as propostas". Já saquei até o modus operandi dele:
1) Me fala de 3 propostas, uma bem cara, tipo 2 mil reais, outra intermediária, R$1300,00 (a que vai ser para eu escolher) e mais outra um pouco mais barata que a intermediária (R$1100,00 por exemplo).
2) Ele vai falar as maravilhas da mais cara, que tem carro reserva 2.0 ilimitado, que a franquia é super reduzida, etc, etc...
3) Depois vai falar da que ele separou pra mim, vai explicar todos os detalhes, dizer que tem o melhor custo-beneficio e tal.
4) Vai falar bem pouco da mais barata por ser bem limitada e a diferença entre ela e a intermediária ser pequena.
5) Eu nas vésperas do Natal, confraternizações, viagens eminentes vou escolher a intermediária e a história acabava aí.

Bom podia parar por aí, só que o cartão que eu forneci pra ele não funcionou (dei um número de e-card que o BB tem). Não sei o porquê, mas enfim no dia 23 de dezembro ele fala comigo pelo zap que o número que dei não foi validado pela Porto Seguro. Aí bom, pelo nosso relacionamento comercial de 4 anos, sem problemas e tal, não fui insistir em dar outro número de e-card, dei o número do cartão mesmo. Aí ele disse que assim que a proposta fosse fechada me enviava o número da apólice. E neste dia não falou mais nada.
Dia 24 de dezembro eu sabia que teoricamente estava sem seguro, ainda falei com o corretor no zap e disse (-E aí, o cartão passou?) - Ele não retornou esse zap. Como estava aquela correria e ele não tinha me retornado rápido como da vez que o cartão tinha falhado, supus que o seguro tinha feito e deletei isso da minha mente.
Fast forward para o dia 2 de janeiro de manhã... Malas prontas, gás fechado, aí a Jane Baker pergunta: - E o seguro passou o cartão aquele dia? - Eu nem sei viu...
Aí fui falar com o corretor no zap, sem resposta, liguei pra ele, e não atende, vou no site do BB, e nada de ver na fatura seguro de carro. Por fim ligo pra Porto Seguro, e o que dizem?  -Senhor seu seguro não foi renovado, o senhor não está coberto. Perguntei se podia fazer o seguro lá na hora por telefone, o que me foi negado, só posso através de corretor.
Quando expus isso para Jane ela ficou P*** da vida, começou a discursar que esse cara era antiético, que não valorizava os clientes, e que eu iria trocar AGORA de corretor.
Expliquei pra ela onde eu ia achar outro corretor dia 2 de janeiro às 9:00 da manhã, teria que fazer inspeção, etc... O melhor era tentar falar com o Zé ruela do meu corretor e resolver o problema.
...
Meia hora depois liga o corretor, eu já estava no supermercado comprando coisas para levar na viagem. Ele me veio com um papo que tudo tinha sido feito, e que a Porto Seguro tinha 15 dias para aceitar ou negar a minha proposta de renovação, aí como houve muitos feriados a coisa tinha demorado para acontecer, mas que eu estava sim segurado e podia viajar TRANQUILO.
Respirei fundo e disse que tinha ligado pra Porto seguro e que eles mesmos tinham me informado que eu não estava coberto, qualquer problema eu que resolvesse.
O corretor disse que Nããão, eu estava segurado e que naquele dia mesmo minha apólice seria "processada" pela Porto, que eu podia viajar tranquilo, e que qualquer problema na estrada eu podia "até ligar" pra Porto Seguro, mas como já eramos brothers , "Ao invés de ligar pra Porto, liga pra mim".
Sob os protestos de Jane (que dizia que preferia adiar a viagem [era blefe dela], perdendo diária em hotel a viajar sem seguro), fingi que esse papo colou.

Pra resumir, cheguei tranquilo no hotel, e se me perguntar o que acho que aconteceu foi: O corretor simplesmente esqueceu de fazer o meu seguro dia 23, eu fiquei rodando literalmente 9 dias sem seguro e ele fez de fato no dia 2 de janeiro quando eu o alertei para o fato (dia 3 ele me manda o número da apólice).  Já marquei para no início de dezembro de 2018 procurar outro corretor por que esse aí é um panaca total.
Dizem que o estado brasileiro presta um serviço ruim, mas na verdade, quase todos os serviços prestados no Brasil são péssimos públicos ou privados, acho que qualquer idiota que faça tudo certinho vai se dar bem aqui tamanha a incompetência e descaso geral de qualquer prestador de serviço, é muito fácil se destacar tamanha a incompetência de todos generalizadamente.
Fico me perguntando se vale a pena fazer seguro de um carro que na tabela Fipe te pagam +/- 20 mil reais, talvez o aborrecimento de fazer seguro x comprar um novo se algo der merda não compense...

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Desviando da Manada

Avançando no meu livro do Martin Gilbert, Hitler finalmente iniciou sua ofensiva contra a União Soviética. Acha que vai resolver a situação rápido, diferente de Napoleão que teve seu fim quando se aventurou na Rússia. Segundo o Fürer na URSS: "Basta um pontapé na porta para toda a estrutura podre desmoronar". O exercício vermelho é antiquado mas em números bem superior aos alemães. Stalin era cético acerca desta invasão Alemã, apesar de muitos avisos de diversas fontes sobre a invasão, só acreditou nela quando ela de fato começou!
Os USA cada vez mais envolvidos, estão patrulhando o Atlântico e meio que ocuparam a Islândia. Sabem que é uma questão de tempo para o fim de sua neutralidade nesta guerra...

                                      * * *

Hoje não trabalhei por ter ido doar sangue (costumo fazer isso todo fim de ano), voltei para casa do hemocentro de ônibus, e fiquei pensando em quantas e quantas vezes fui chamado de pão-duro pelos meus colegas de trabalho só por andar de ônibus quando EU acho que não há problema ao invés de pegar um Uber, ou o mais lógico na cabeça deles - arranjar um segundo carro.- O carro fica mais com a Jane Baker pois ela trabalha a 14 km de casa, já eu trabalho a 1,2kms de casa e praticamente todo dia vou a pé (o que também é ilógico para os meus colegas de trabalho, pois o salário da gente DÁ PARA TER dois carros). O comportamento deles é manada total, a um tempo atrás lançou o HR-V, aí um comprou e depois aparecem no estacionamento mais 2, 3, 4. Deve haver uns 5. Aí lançou o Jeep Renegade, aí um compra e depois vemos mais chegando. Não satisfeitos, agora é Let's Go Bigger e a moda já está em uns 4 Compass. A mesma coisa é com férias, é um ir pra Patagônia, aí todo mundo começa a ir,um vai pra um cruzeiro X, aí todo mundo vai também. Isso até acho menos pior, pois acredito que investimentos em boas lembranças é bem melhor que em um Compass em "suaves" prestações mensais de 866 reais.
Jane e eu vamos tirar uns dias de folga na praia, mas nada muito estravagante, é hotel, não precisa ser ALL inclusive (apesar de ter vontade), é perto de casa logo vamos de carro. Quero fazer uma viagem maior em 2018, por que o projeto Baby Herman talvez venha ano que vem, por isso antes dele chegar (se chegar) tem que aproveitar bem esse casamento.
A todos um feliz 2018 e bons investimentos!

sábado, 23 de dezembro de 2017

Fechamento do mês DEZEMBRO/2017: +0,47%

    Bom, melhorou, comparado aos -0,15% do mês passado, como já esperado devido a uma alta alocação em Tesouro Direto (que vem variando pra baixo, só que esse mês um pouco menos devido a incerta reforma da previdência), os rendimentos estão leeeeeentos. Em comparação, ações foi +2,66% (muito melhor). 
    Continuo a me questionar se vale a pena ficar acompanhando mês a mês as variações de títulos públicos que só vou resgatar no vencimento. Tenho pra mim que valeria por três razões:

  1. Para saber o que não está valendo a pena, por exemplo, vou tentar ir aos poucos equilibrando a carteira, reduzindo por hora os aportes a TD;
  2. Para saber se valeria em tese realizar os resultados antes do vencimento se houver uma super-subida, por exemplo, Bolsonaro ganha e logo em seguida é impichado por alguma denúncia, etc;
  3. Ver que aquele papo que renda fixa sempre é melhor que poupança é pura balela, esse mês por exemplo, renda fixa obtive 0,41%, contra 0,43% da velha poupança (mas sabendo os motivos que fazem essa renda fixa ser melhor que a poupança no longo prazo).
Deci$ões para 2018:
  • Fundos de Investimento: Estou olhando uns fundos de investimento, vou alocar pouco, é para diversificar mesmo em algo um pouco mais arriscado com possibilidade de ganho, tenho dado umas lidas no HardMob onde há um bom debate acerca de fundos e acho que vale a pena se for pouca exposição, em especial se for um fundo de gestão ativa, ou seja totalmente diferente da minha abordagem Buy and Hold, como não vou ficar me matando para fazer análises e trades o tempo todo pode ser uma boa, o Bastter é radicalmente contra;
  • FIIs: Vou dar uma segurada, estou esperando as cotas normalizarem, já vi que começaram a cair BBPO11, KNCR11, vamos observando :)
  • Ações: Já estou com uma carteira razoável, vou apenas equilibrá-la e aumentá-la (comprar mais do mesmo). Muitas incertezas com as eleições, 2018 não vai ser hora de inovar até termos uma noção do que vem por aí;
  • TD: Continuar com aportes de aposentadoria e nada mais, talvez valha a pena se a SELIC subir ou houver alguma turbulência com as eleições, mas se ela continuar no patamar que está, este ativo está desinteressante;
  • CDB/Debentures: Se tiver uma sobrinha e aparecer esses CDBs de prazo não muito longo (< 2024) com uma boa taxa pode ser; Debentures por hora vou dar um freio por causa do cenário que vem. Observar essas mudanças de regra no FGC que me soam estranhas;
  • Bitcoin: Tô fora :)

domingo, 17 de dezembro de 2017

O Eterno Judeu

Dando uma pausa nos estudos neste final de ano, pude fazer algumas das milhões de coisas interessantes que eu gostaria de fazer, mas que deixo de lado durante o ano. Vamos ver se escrevo sobre as outras coisas em posts futuros... Enfim. estou avançando no livrão do Martin Gilbert sobre a segunda guerra mundial que comprei na black fraude. Já estou em 20% dele.

    Bom, em 1941 Hitler desistiu de invadir a Grã Bretanha (por hora), os italianos se aventuraram na áfrica e na Grécia e se mostraram uns completos inaptos em suas investidas, não sei se o renascimento afrouxou a alma de conquistadores dos romanos. Eles deram de cara com um exército grego bravo e com aliados ingleses bastante focados em não deixar mais um aliado pequeno cair, afinal já caíram a Bélgica, Holanda, Polônia, além da própria França. Mussolini pediu arrego pros nazis e Hitler resolveu ajudar para evitar que a guerra no mediterrâneo se complique, o interesse dele agora é ir pra leste. Ele acha que o exército russo é fraco, despreparado e que facilmente varrerá o bolchevismo de seu "quintal". O livro menciona a forma como os nazis usavam da propaganda para vender suas ideias, entre elas o autor menciona o filme "O Eterno Judeu", Der Ewige Jude. Achei o dito cujo no YouTube:

    Assisti um pouco e é revoltante a forma como se trata e tenta manipular a opinião pública. O filme mostra os judeus como um cancer na Europa, avarentos, sujos e maltrapilhos. Filmam eles apinhados e famintos no gueto e dizem que não são limpos comparando-os com ratos. 
    Imagina nestes dias de hoje de facebook onde qualquer pessoa tem o "direito" de colocar qualquer coisa na internet (como esse blog). Tô só imaginando como estão sendo operadas essas reformas aqui no Brasil onde tem jornal que faz reportagem demonizando funcionário público dizendo que "todos ganham 17 mil reais por mês", Oi? E dando pouco destaque ao nosso vizinho que está tentando fazer reforma previdenciária, mas lá diferente de nós idiotas, a coisa pega fogo.
    Aqui na verdade quando tem manifestação, limitam-se a dizer que "atrapalha muito o trânsito", e foca-se apenas em "gente de bem" de verde e amarelo, enquanto todo o resto é cooptado por sindicatos, baderneiros etc... Dificilmente há um debate, sendo apresentadas a "ideias do patrão".

    Mudando de alho pra bugalho...

    Já no mundo das finanças, o vídeo do Bona que coloquei no post anterior parece que profetizou o que está acontecendo com os FII. O IFIX tinha subido o quanto pode e agora que parece inevitável que o ciclo de queda da SELIC vá parar, só faz cair conforme a imagem anexa. 

Vou dar um freio em FII por que pelo visto as cotas vão cair até um patamar mais próximo de algo real nos próximos meses pois vem aí eleições em 2018 e (espero) dificuldades de aprovar essa reforma (do jeito que está posta sou contra, já devem ter notado pelo que escrevi antes). Ganhei de presente da Jane Baker a assinatura do Bastter (finalmente!!) vou ver se tenho paciência em colocar todos os meus dados no Bastter System e pedir uma análise de carteira para eles kkkk. Ui!



terça-feira, 5 de dezembro de 2017

-0,15% :(

Como tinha falado num post anterior o meu controle dos investimentos ela meio clumsy. Como são coisas espalhadas: TD (em mais de uma corretora), Ações, LCA, Poupança... eu ficava só na sensação de estar na direção correta, e não tinha a certeza. Pra complicar mais, como faço aportes todo mês, ficava ainda mais complicado saber o que foi o crescimento do rendimento e o que foi patrimônio subindo de forma vegetativa. Tentei usar planilhas (umas muito detalhadas, onde tinha que discriminar até o pão que se compra na padaria) e depois aplicativos de celular (sério, não achei muito pratico, em especial por que como usava versão free, apareciam mil propagandas). Bom aí em Outubro resolvi dar um basta, afinal tanto estudo e esforço pra sair da poupança e no final não sei para onde vou? Ficar apenas no feeling não dá. A máxima de engenharia de software é que não se pode controlar aquilo que não se pode medir.
 Peguei então a planilha do Além da Poupança, joguei no Onde Drive (não tenho Windows e muito menos Office) e resolvi mapear tudo em novembro/2017. Constatação: -0,15% de prejuízo !!!!!!!!!!!
Fiquei negativo!
As causas são claras: TD caindo por causa da Selic e ações também em queda por que acha-se que o Temer não vai conseguir comprar negociar apoio com a base para aprovar essa reforma ridícula, onde cobra-se a ética mas não se dá o exemplo.
Enfim espero que, se este mês não houver atropelos, baseado no meu feeling passado eu estava na direção certa, recebo meus primeiros rendimentos de FII. Se vou aumentar exposição a FII, alguém viu esse vídeo do Bona sobre o assunto? Achei bem interessante, ou seja, apenas confirma que especular com FII não é uma boa. Segue o vídeo.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Black Fraude

Talvez a única coisa que prestou nessa Black Fraude foram os Ebooks da Amazon.
Realmente como uma das minhas metas do ano sempre foi ler mais, estava precisando rechear a biblioteca.
Comprei então alguns livros, são eles:


Um dos poucos livros que sempre me chamou a atenção de passagem, vejo as pessoas comentando que é interessante, mas na verdade o objetivo é poder domar os nossos hábitos. Espero lê-lo somente ano que vem.

  • A Segunda Guerra Mundial: os 2.174 dias que mudaram o mundo
  • Preço normal de ebook: R$34,99. Comprei por R$14,00 na BF

    Esse livro eu comprei pensando no meu pai que ainda não formou hábito de ler livros digitais (tem mais de 65 anos ele), dei para ele de presente um Kindle ano passado mas vi que ele leu um livro e depois largou. Não sabe comprar os livros e não tem o hábito de procurá-los na internet, só em livraria física mesmo. Comprei o livro por ser um assunto que sempre o interessou muito, mas acabei que eu que comecei a lê-lo (4% até agora, 967 páginas). Está muito bom, estou no início e está revoltante a forma como a Alemanha subjugou a Polônia no início da guerra, violou todos os tratados internacionais e literalmente estuprou um país inteiro (com uma passada de mão na bunda federal da USSR no meio disso). 

  • Leonardo da Vinci
    Preço normal de ebook: R$33,68. Comprei por R$9,90 na BF


    Então o motivo de comprar este livro foi primeiro por que sempre achei o trabalho do Da Vinci interessante, e vendo uma matéria na TV fiquei mais interessado. Ainda, o cara que escreveu é o Isaacson, o mesmo que escreveu a biografia do Jobs. Comprei e aí quando comentei com o meu pai, ele disse que preferia ler este livro ao invés do da 2ª Guerra, foi por isso que passei pro outro. Este será o próximo que lerei.

  • A filosofia explica grandes questões da humanidade

  • Preço normal de ebook: R$4,00. Comprei por R$5,00 na BF
    KKK levei na cabeça neste, era o único que não estava em promoção, passou a BF e ele ficou ainda mais barato! Bom comprei pois li o início e achei interessante, cada vez mais me interesso pelo assunto. Talvez por ser curto, leia-o após o livro da segunda guerra.

É isso. Boas leituras.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Uruguai - Percepções

Inaugurando a track de turismo deste blog, falarei de minha recente viagem ao Uruguai. Primeiramente Fora Temer foram três os motivos para ir pra lá:

  1. Vôo direto para Montevideo 
  2. Já conheço Buenos Aires
  3. Lugar precisa ser tranquilo pois foram idosos
    O item 2 é de se destacar, pois quando digo que fui pra lá todo mundo acha estranho e pergunta, "Você não foi pra Argentina? " Como se fosse estranho ir pra lá, mesmo que antes.
Enfim, de cara a percepção é que o melhor negócio que eles fizeram foi ter caído fora do Brasil no passado, Montevideo é uma cidade extremamente limpa, elegante e tranquila. Ao chegar, o aeroporto é de acordo, moderno e do tamanho certo para receber o turista. Tinha alugado um carro do Brasil, pois fomos direto do aeroporto para Punta Del Este. Foi um Hyundai HB20X, que por 2 dias custou U.S$195,00. Apesar de ter feito o seguro pelo cartão VisaGold, a Europcar deu de ombros para o seguro contra danos coberto pelo cartão, o cara da agência mesmo falou "Eso no es nadie para nosostros". Enfim, essa propaganda dos cartões com esse benefício não serve de muita coisa ao menos no Uruguai.
    Era bem cedo, tipo 6 horas da manhã de um sábado e a distância do Aeroporto Carrasco até Punta Del Esteé 1h30 de carro. Estrada ótima, mas tem dois pedágios no caminho, cada posto de cobrança eram 850 pesos, que foram convertidos pelos próprios funcionários para real em 10 reais cada, paguei em real mesmo (vê se isso seria possível no Brasil...). Meio caro esses pedágios, além do mais a gasolina lá é bem cara também, estava uns R$6,60 o litro... E se aqui o preço é de cartel, lá é tabelado, isso mesmo... É engraçado, você passa pelos postos aqui no Brasil vê o preço do combustível em letras gigantes, já lá, não tem nenhum preço visível, afinal, é tabelado. Toda gasolina vem da ANCAP (a Petrobrás deles). É aquela história se aqui já funciona como cartel, com diferença mínima de preços, era melhor tabelar logo, quem sabe reduzia adulteração.
    Sobre Punta Del Este, realmente, um local belíssimo, só tem casa de riquíssimos proxenetas estilo Dória, pobres caiam fora, acredito que moram numa cidade perto chamada Maldonado. Agora na baixa estação é bem tranquilo, tudo que os meus velhinhos precisavam. Lá vale a pena conhecer o porto, deu até para ver leões marinhos, dá pra ir na escultura dos dedos e comer muito bem, sempre com um vinho (aliás achei os vinhos Uruguaios bem melhores que os Argentinos, eles tem muuuita vinícolas, no esquema de micro-vinícola). A noite, fui a um Pub no porto chamado Moby Dick. Legal e com uma excelente Margarita para aquecer (estava fazendo 8 graus).
 Escultura Los Dedos
Leão Marinho no Píer de Punta Del Este (eles são enormes!)
    Comer no Uruguai tem suas vantagens, eles não exportam imposto para turistas, logo se você usar cartão de crédito, vai ter 18% de desconto no restaurante, o que vale muito a pena, já que lá não é nada de pechincha. Mas tem que pagar com Visa, o desconto é na hora da compra, se pagar com dinheiro não tem jeito, nada de desconto. Outra coisa é que as porções são enormes, facilmente pedindo um Chivito (sanduiche tipico de lá) duas pessoas comem de boa.
    Partindo para a capital, vale  passar pela Casapueblo (30 reais para entrar), do artista Vilaró. Quem já foi a Grécia diz que parece com um casario de Santorini.
Casapueblo
    Montevideo é uma cidade com uma estética menos antiga que Buenos Aires, mas persiste ainda um pouco de clima de Europa. A cidade é bastante limpa e segura, podemos andar tranquilos a noite (é engraçado destacar tanto isso, andar na rua era pra ser o mínimo não é). Lá ficamos no bairro de Punta Carretas. Parece uma mistura de Leblon com alguma praia de longa orla da California. Lá o calçadão eles chamam de rambla e é looooongo e bastante bonito, é basicamente o local onde os uruguaios fazem exercício, não que não hajam outro local, me impressionou a quantidade de parque públicos (e acessíveis, ou seja sem drogados, vagabundos, cheira-colas, malandros, etc...)
Rambla Mahatma Gandhi
    O Uruguai é um país progressista, um rapaz do Uber nos disse que lá se você trabalhasse direito, vivia sossegado, tudo era caro mas todos tinham algum dinheiro. Poxa... acho que é isso que o Brasil precisa, todos com um pouco, e não essa mentalidade "More to myself, nothing to everybody else". O problema, realmente não é um cara pelado no museu, é a desigualdade... Enfim, lá pode-se comprar maconha na farmácia, vendida pelo próprio  estado, lá aborto é permitido até a 12ª semana de gestação e todos que trabalham tem descontado em folha meio que um plano de saúde compulsório.
    Locais onde fui: Vinícola Bouza (caro o passeio, mas uma das melhores comidas da vida), Shopping Punta Carretas (vá para olhar e comer uma pizza no La Pasiva, qualquer coisa além de vinho é caro), Colonia do Sacramento, Ciudad Vieja, Teatro Solís, Mercado del Puerto, Mercado Agrícola, Congreso.
Congreso (Dónde está Mujica?)
    Se voltaria? Voltaria! O Uruguai é um país para se ir devagar, se pressa, é uma degustação. Vê que legal, você comprar vinho bom por R$11,00!


domingo, 5 de novembro de 2017

Férias!!! (Acabando)

    Nossa, fiquei mais de um mês sem vir aqui, pelo visto esse Blog nunca vai decolar... A meta era ir com posts constantes e ir me aproximando pela Blogsfera (ou finansfera). Mas confesso que estou devagar.
    Como pode ser notado no último post, eu estava bem cansado... Realmente precisava de umas férias. E 20 dias se passaram, dei uma viajada (fui pro Uruguai, país bem legal por sinal, devo colocar minhas impressões em um post próximo).
    Além de viajar e descansar minha meta de "coisas-que-tinha-que-fazer-mas-só-ia-ter-tempo-nas-férias", tinha iniciar os estudos em FIIs. Aliás olha a lista do que tinha que fazer, riscado o que consegui fazer:

  • Trocar lâmpadas queimadas no apê;
  • Melhorar esse Blog;
  • Estudar FIIs;
  • Encontrar uma planilha boa para medir a performance dos meus investimentos (meta, com certeza acima da poupança, e se der acima do CDI);
  • Fazer revisão do carro;
  • Escutar e baixar músicas novas.
  • Ler livro (It, enoooooorme e lendo muito lento, será que vou parar??)
  • Malhar
  • Ajeitar Computador (crackly sound)

Vou compartilhar o que for válido abaixo a respeito dos achievements das férias (pareci o Dória falando achievement):
1) Estudo de FIIs fiz parecido com como foi com ações, faço um apanhadão de diversas fontes: Site Bastter, Youtube, Tetzner, esse aqui entre outros. Saio lendo tudo, montando uma planilha com as letrinhas, no caso os FIIs. A analisando o que todo mundo fala saio peneirando o que seria LIXO e o que seria possível ou provável de investir. Tipo, pelo que já vi dos tipos de fundos vou começar com tijolo e de papel. Esse link aqui me ajudou um pouco mais, especificamente, pois nele deu pra ver que tem uns que estão pagando muito alto, tipo, bem mais de 1% ao mês mas coisa que pode não se sustentar a longo prazo, o que não bate muito com a minha estratégia de Buy and Hold. Já outros são um lixão, com inquilinos problemáticos, administraçao nível cabaré, e pagando pouco. Um dos meus critérios é pagar aluguéis constantes e algo acima da poupança (hoje com a SELIC no chão isso nem é muito dificil). O problema é que de uns tempos pra cá os FIIs deram uma pipocada nesse ano. Ou seja complica meu lado psicológico um pouco por que pra mim PREÇO IMPORTA. Mas estou com uns candidados para compra esse mês. Vamos lá!

2) A planilha depois de procurar pelo Google e Finansfera bastante, cheguei ao forum HardMob numa indicação da planilha que achei bem legal, o link está aqui. Achei ela simples e sintética, como não uso Windows (esse virus terrivel), mas consegui de boa exporta-la pro OneDrive e parece funcionar Ok, direi em um tempo se a planilha do surfista está show.

3) Revisão do carro, bem eu depois de ter mais consciência de finanças pessoais, estou com a ideia fixa de, como diz o Leandro do Clube dos Poupadores, gastar as coisas antes de gastar com coisas, então tenho que cuidar do meu carrinho 2011-2012 pois minha meta é ficar com ele 10 anos antes de trocar. E consegui fazer a revisão de 60 mil km por R$1.087,00. Nada mal, só falta lavar ele rsrsrs. Entendam que gastar dinheiro com carro é jogar dinheiro no LIXO, em especial no Brasil onde o carro mais vendido é um ONIX um carro que passa fácil dos 40 mil, e é super inseguro.

4) Malhar, até que tentei, mas como passei uma semana viajando no Uruguai, voltei 3kg mais gordo 😕, enfim vou tentar retomar uma rotina mais intensa pra perder isso, pois o fim do ano vem aí e ele costuma ser implacável com a balança.

P.S: Notei que teve um post antigo que pus o Kevin Spacey... Não, não vou tirar do ar apesar de todas as denuncias contra ele, tento separar a criação da criatura, bom ator, mas é um tarado sexual gay... bem fazer o que, também gosto de ouvir Lobão, apesar de ele ter se tornado um reaça MBL lunático... Mas é aquela história, se farrapou, vai ter que pagar pelos crimes.